«

»

dez 24 2015

Feliz Natal e Ano Novo

Jesus_Maria_Jose

O Natal deve servir também para refletir sobre as nossas ações na construção de um mundo melhor, mais justo e mais igual.

O “espírito natalino” lembra as pessoas os sentimentos de fraternidade e solidariedade que no restante do ano ficam meio esquecidos.

Lembremos então do Cristo, que em sua passagem terrena nos ensinou: Ama o próximo, como a ti mesmo!

Que juntos possamos vivenciar, sinceramente, esse ensinamento em todos os dias, transformando e melhorando as nossas relações com a humanidade e com as demais criaturas do planeta, estabelecendo um ambiente de paz, amor e harmonia.

Feliz Natal, com as bênçãos de Oxalá!

ano_novo_taças

Um ano novo já desponta no horizonte, abrindo outra etapa em nossa existência. Feliz daqueles que tiveram a ideia de fatiar o tempo, as esperanças renovam-se.

Assim, desde o seu primeiro dia nos é dada a oportunidade de reviver experiências, mas, também, e principalmente, apostar num futuro melhor e na perspectiva das novidades que se apresentarem.

A nossa vida é um movimento auto criador no qual temos a obrigação de ser os protagonistas, os atores principais, mas também o roteirista, pois somente com as escolhas do dia a dia, exercitando o livre arbítrio, estabelecemos o roteiro que queremos seguir. E não tem como parar, um roteiro escrito durante o desenrolar do espetáculo.

Nele, nos desnudamos e revelamos a nós mesmos e ao mundo as potencialidades do nosso ser e tudo o que se passa em nossos corações e mentes. Ao assumir o protagonismo dessa nossa existência, movida pela busca constante da felicidade e da realização plena, em todas as dimensões, a cada novo ano nos é dada uma oportunidade concreta e visível de recomeço, de correção de rumos ou ajuste dos ideais que escolhemos.

Da mesma forma, a cada nova etapa somos convocados a reforçar, o sentido que damos a da nossa existência, bem como o esforço exigido pelo trabalho de planejar as ações seguintes, visualizando um novo amanhã. Daí, direcionamos os nossos passos com “coragem” para seguir em frente, “sabedoria” para escolher, “satisfação” avaliando o caminho trilhado, e a “certeza” de um futuro melhor e mais promissor, consubstanciado na oportunidade de participar ativamente da construção de um mundo mais justo, mais fraterno e mais igualitário.

Dentre as diversas dimensões que compõe a “criatura humana”, a espiritualidade representa essa oportunidade, para as trocas que instrumentalizam a nossa jornada e contribuem para que nos reconheçamos uma pequena parte de um todo muito maior que a mera soma das individualidades.

Entendemos que somos ao mesmo tempo criadores e criaturas, e das mais diferentes formas, descobrimos o conhecimento, a sabedoria e o legado daqueles que nos precederam. A partir disso, buscamos o compartilhamento com aqueles que convivem conosco, a busca pela evolução, missão primeira do ser ora encarnado enriquecendo a nossa história, agora compartilhada com os outros. E assim, nessa união obtendo pequenas ou grandes vitória, vamos imprimindo a marca nessa passagem pelo planeta, tornando-nos então, referências para os que vierem depois de nós.

Descobrimos que a realidade é diferente da impressão que temos da vida, que não pode ser limitada somente aquilo que está no nosso campo visual, mas sim numa plêiade de dimensões, desejos e sonhos, que ao fim e ao cabo nos fazem melhor compreendê-la, e, a importância dos seus desafios e das suas recompensas, e assim nos capacitamos a contemplar o mundo, a refletir sobre a nossa vida e encontrar o significado dessa encarnação terrena.

Pense nisso!

Os Conselhos Deliberativo e Fiscal e a Direção Executiva da FUEP desejam a todos um Feliz Natal e um Ano Novo repleto de realizações, com todo o Axé dos Orixás e as bênçãos dos Guias de Luz da nossa Umbanda!

Saravá! Feliz Ano Novo!

Sobre o autor

admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>